Enter your keyword

O Curso de Bacharelado em Enfermagem da UniFIC visa assegurar formação geral, humanística, capacidade de análise, domínio de conceitos, formando profissionais capazes de cuidar de pacientes para promover a recuperação da saúde ou qualidade de vida, bem como coletar informações que possam ajudar no diagnóstico médico e na realização do processo de enfermagem, de acordo com a Resolução nº 358/2009 do Conselho Federal de Enfermagem – COFEN, com capacidade de argumentação, interpretação e valorização dos fenômenos em todos os níveis de atenção à saúde, como integrante da equipe multiprofissional. O curso foi aprovado pelo MEC com a portaria 789 em 29/07/2021.

O Profissional qualificado para o exercício de Enfermeiro egresso da UniFIC, terá uma visão humanista, crítica, reflexiva e perfil generalista.  Será um Enfermeiro com base no rigor científico e intelectual e pautado em princípios éticos. Capaz de conhecer e intervir sobre os problemas / situações de saúde–doença mais prevalentes no perfil epidemiológico nacional, com ênfase na sua região de atuação, identificando as dimensões biopsicossociais dos seus determinantes. Capacitado a atuar, com senso de responsabilidade social e compromisso com a cidadania, como promotor da saúde integral do ser humano.

O enfermeiro tem diversas opções para atuação, por isso, o mercado de trabalho para esta área é amplo, no serviço público e privado. Agora vamos falar um pouco das principais opções para o enfermeiro atuar, veja a lista:

Enfermeiro Geral: O enfermeiro geral atende em clínicas e hospitais (privados e públicos). Ele é responsável por coordenar a equipe que está de plantão e também da parte administrativa, como no acompanhamento cadastral do paciente e seu quadro clínico.

Enfermeiro Home Care: Esta área está crescendo a todo momento, pois muitos planos de saúde e clínicas particulares em geral já disponibilizam aos seus pacientes atendimento em casa. Geralmente, esse atendimento é acompanhado por um médico e é feito de forma periódica ou emergencial.

Enfermeiro Pediatra: Aqui o profissional precisa ter muita aptidão, pois ele irá lidar com crianças que são portadoras de doenças graves, auxiliando nos tratamentos.

Enfermeiro médico cirúrgico: Esta área, assim como as outras, precisa de muito comprometimento e concentração, pois esse profissional vai atuar em cirurgias de pequeno e grande porte, auxiliando o médico responsável.

Enfermeiro obstetra: Muitos gostam de atuar nesta área, ela acompanha gestantes e lactantes desde o parto até o pós parto, auxiliando as mamães em tudo que precisarem.

Enfermeiro de resgate: O Enfermeiro de resgate trabalha diretamente com equipes de salvamento, prestando os primeiros socorros para pessoas que sofreram algum tipo de acidente ou calamidade.

Enfermeiro do trabalho: Atua dentro de empresas no atendimento ambulatorial para os funcionários. Essa área também é responsável por programas de prevenção de doenças.

Professor: Se o enfermeiro tem aptidão para transmitir o seu conhecimento, nada melhor que atuar em sala de aula formando novos profissionais da área. O enfermeiro pode ensinar em cursos técnicos de enfermagem e caso tenha uma pós-graduação ele poderá atuar como professor de universidades

A primeira escola oficial de enfermagem de alto padrão no Brasil foi fundada por Carlos Chagas em 1923 e em 1926 recebeu o nome de Ana Néri, em homenagem à primeira enfermeira brasileira. O dia do enfermeiro é comemorado em 20 de maio.

Ana Néri (1814-1880) foi a pioneira da enfermagem no Brasil, prestou serviços voluntários, nos hospitais militares de Assunção, Corrientes e Humaitá, durante a Guerra do Paraguai. Apesar da falta de condições, pouca higiene, falta de materiais e excesso de doentes, Ana Néri chamou a atenção, por sua dedicação ao trabalho como enfermeira, por todos os hospitais onde passou. Ana Néri, com seus próprios recursos, montou uma enfermaria-modelo em Assunção, capital paraguaia, sitiada pelo exército brasileiro. Ali, Ana Néri perdeu seu filho Justiniano.

No final da guerra, em 1870, Ana voltou ao Brasil. Foi condecorada com as medalhas de prata Geral de Campanha e a Medalha Humanitária de Primeira Classe. Recebeu do imperador D. Pedro II, por decreto, uma pensão vitalícia com a qual educou sua família.

MESTRA DARRIELLE GOMES ALVES MORORÓ

E-mail:
Telefone:
Curriculo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6735645961960140